Fazemos Bem

13/05/2015

Virar a página com bons eventos

Um ano de viragem. É desta forma que Paulo Nunes de Almeida, presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP) analisa a atividade da Exponor em 2014.

O parque de exposições, especializado na organização de feiras e congressos, registou um crescimento da sua atividade, “em linha com a ligeira recuperação de alguns setores da nossa economia”. O líder da AEP destaca o crescimento da EMAF (máquinas e equipamentos industriais), “a maior feira da Exponor dos últimos cinco anos”, da Expocosmética e da InBeauty, bem como da Qualifica, cuja edição de 2015 se inicia hoje. A estratégia passa por feiras com interesse para os agentes económicos e novos conceitos estão a ser pensados. “São exemplo o Time2Export, evento que estreámos dirigido a produtos e serviços de exportação, e a aposta em áreas como entretenimento, ciência e inovação”.

A captação de visitantes e expositores estrangeiros é uma meta, sobretudo nas feiras viradas para setores exportadores. “Estamos empenhados no relançamento de algumas, como a Export Home (mobiliário, iluminação e decoração) e a Concreta (construção, reabilitação, arquitetura e design)“, afirma Paulo Nunes de Almeida. Para receber mais e “melhores” visitantes, a Exponor está focada no estabelecimento de acordos com outros organizadores e em replicar formatos de sucesso noutros países. “Em 2015, vamos ter as edições portuguesas das espanholas Empack e Logistics, organizadas pela Easy Fairs Iberia, empresa de um operador internacional de feiras”. Na área dos congressos, o balanço de 2014 foi muito positivo. “Foi um ano excelente, com mais de 100 eventos de vários setores. O crescimento dos congressos superou o das feiras e dobrou o volume de negócios em relação ao ano anterior”. Quanto a 2015, as perspetivas da Exponor são positivas e tudo aponta para uma melhoria de resultados.